Rosácea: O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos!

A Rosácea é uma doença cutânea crônica comum (mas de longo prazo) que afeta principalmente o rosto. Os sintomas começam com episódios de rubor (quando a pele fica vermelha).

Pessoas com Rosácea podem apresentar manchas e vermelhidão persistente da pele. Pequenos vasos sanguíneos na pele podem se tornar visíveis. Nos casos mais graves, a pele pode engrossar e aumentar, geralmente ao redor do nariz.

Quão Comum é a Rosácea?

Rosácea afeta mais comumente pessoas de pele clara do norte da Europa e estima-se que afeta até 1 em cada 10 pessoas.

Rosácea afeta duas vezes mais mulheres do que homens, embora seja geralmente mais grave em homens. Os sintomas geralmente começam entre as idades de 30 e 50 anos.

Gatilhos de Rosácea:

Embora a causa exata da Rosácea seja desconhecida, foram identificados vários desencadeadores que podem piorar os sintomas em algumas pessoas. Esses incluem:

  • exposição à luz solar;
  • estresse;
  • tempo frio;
  • bebidas quentes;
  • álcool;
  • comer certos alimentos, como alimentos condimentados.

Identificar e evitar os gatilhos da Rosácea pode ser uma maneira útil de controlar os sintomas.

Causas da Rosácea:

A causa exata da Rosácea é desconhecida. No entanto, a maioria dos especialistas acredita que isso pode ser causado por vários fatores relacionados. Estes são descritos abaixo.

Anormalidades dos vasos sanguíneos:

Muitos dermatologistas (especialistas em pele) acreditam que anormalidades nos vasos sanguíneos da face podem ser um importante fator contribuinte para a Rosácea. Isso pode explicar os sintomas de vermelhidão persistente e vasos sanguíneos visíveis. No entanto, não se sabe o que causa essas anormalidades.

Demodex folliculorum:

Demodex folliculorum é um ácaro microscópico (minúsculo inseto) que pode contribuir para a Rosácea. Estes ácaros geralmente vivem inofensivamente na pele humana, mas um número maior de ácaros foi encontrado em pessoas com Rosácea. No entanto, é incerto se o ácaro é uma causa ou um efeito da rosácea.

Bactérias Helicobacter pylori:

As bactérias Helicobacter pylori, que são encontradas no sistema digestivo, têm sido sugeridas como uma possível causa de rosácea, embora a ligação não seja comprovada. As bactérias podem estimular a produção de uma proteína chamada bradicinina, que é conhecida por causar a expansão dos vasos sanguíneos.

Sintomas de Rosácea:

Os sintomas da Rosácea geralmente variam de pessoa para pessoa. Embora a condição tenha vários sintomas comuns, nem todos experimentarão todos os possíveis sintomas. Os sintomas comuns da Rosácea incluem:

  • vermelhidão persistente;
  • pápulas e pústulas;
  • vasos sanguíneos visíveis;
  • pele espessada;
  • irritação ocular.

Outros sintomas associados à rosácea incluem:

  • uma sensação de ardor ou ardência no rosto;
  • pele seca e áspera;
  • manchas vermelhas levantadas, conhecidas como placas, na sua pele;
  • edema facial;
  • não ser capaz de usar cosméticos porque sua pele é sensível a eles;
  • A maioria das pessoas com Rosácea tem períodos em que seus sintomas são particularmente problemáticos, seguidos por períodos em que seus sintomas são menos problemáticos.

Danos permanentes no rosto, como cicatrizes, quase nunca ocorrem na Rosácea.

Diagnosticando a Rosácea:

Veja o seu médico o mais rápido possível se você acha que tem Rosácea. Quanto mais cedo o tratamento para a Rosácea começar, menor a probabilidade de desenvolver os sintomas mais graves da doença, como a pele espessa.

Não há teste clínico específico para Rosácea. Seu médico fará um diagnóstico por:

  • examinando sua pele;
  • perguntando sobre seus sintomas;
  • perguntando sobre possíveis gatilhos que você possa ter.

Em algumas circunstâncias, seu médico pode recomendar que você faça exames, como um exame de sangue, para descartar outras condições que apresentem sintomas semelhantes, como:

lúpus, uma condição em que o sistema imunológico (a defesa natural do corpo contra infecções e doenças) ataca o tecido saudável;
o começo da menopausa (quando os períodos mensais de uma mulher param).

Tratamento Para a Rosácea:

Os sintomas da Rosácea podem ser tratados de várias maneiras. Estes são descritos abaixo.

Lavagem Facial:

Fazer mudanças no estilo de vida, como evitar possíveis gatilhos ou usar protetor solar, pode ser uma boa maneira de controlar os sintomas do rubor facial (quando a pele fica vermelha).

Cremes e Géis:

Vários tratamentos são eficazes no tratamento de manchas e espinhas causadas pela Rosácea. Seu médico pode recomendar um creme ou gel como a primeira opção de tratamento.

Metronidazol:

O creme ou gel de metronidazol (metronidazol tópico) é geralmente recomendado para o tratamento de manchas e espinhas leves a moderadas.

Quando aplicar creme ou gel de metronidazol, tenha cuidado para não deixar entrar em seus olhos ou boca. Você precisará aplicar o metronidazol tópico uma ou duas vezes ao dia por vários meses.

O metronidazol geralmente não causa efeitos colaterais, embora possa irritar sua pele. Evite a exposição a luz solar intensa ou luz UV (usada em algumas lâmpadas e boates).

Ácido Azeláico:

Uma alternativa ao metronidazol tópico é o ácido azelaico. Ácido azelaico ajuda a desbloquear os poros e reduzir a inflamação (vermelhidão e inchaço).

Você precisará aplicar creme ou gel de ácido azeláico duas vezes ao dia e evitar o contato com a boca e os olhos. Assim como o metronidazol tópico, você pode precisar usar o ácido azeláico por vários meses antes de perceber qualquer melhora significativa nos sintomas.

Os efeitos colaterais do ácido azelaico podem incluir:

  • queima e ardor da pele;
  • coceira;
  • pele seca;
  • Cerca de um terço das pessoas que usam ácido azeláico experimentarão efeitos colaterais. No entanto, quaisquer efeitos colaterais são geralmente de curta duração.

Medicamentos Antibióticos:

Para sintomas mais graves de manchas e espinhas, antibióticos orais podem ser recomendados. Nesse caso, os antibióticos são usados ​​por sua capacidade de reduzir a inflamação da pele, e não por sua capacidade de matar bactérias.

Como os outros tratamentos, você precisará tomar antibióticos orais por várias semanas antes de notar uma melhora significativa nos sintomas. Você pode precisar tomar antibióticos orais uma ou duas vezes ao dia por vários meses ou mais.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*