Remédio caseiro para tratar a vaginite – Passo a Passo

Mais cedo ou mais tarde, toda mulher precisa ir ao médico com sintomas sobre os quais é desconfortável falar. Vermelhidão, coceira genital, inchaço das membranas mucosas, dor abdominal, secreções fétidas… A vaginite é uma inflamação do revestimento da vagina causada por bactérias ou fungos patogênicos. Esta doença afeta cerca de um terço das mulheres em idade fértil.

Todas essas coisas afetam o conteúdo de glicogênio na parede vaginal, que é convertida em alta concentração de ácido lático (pH 4-4,5) e evita a propagação de bactérias ruins. Um ambiente alcalino na vagina pode causar muitas doenças diferentes.

O uso de antibióticos para tratar essa condição pode agravar o problema, resultando na disseminação de infecções por fungos. Drogas e outros produtos químicos podem causar reações alérgicas e secura excessiva.

Mas o bom é que existem remédios caseiros que normalizam a microflora da vagina e eliminam os sinais indesejados de vaginite. Importante: Antes de iniciar o tratamento, no entanto, você precisa fazer alguns testes e descobrir o que causou a doença (bactérias ou leveduras).

Remédio caseiro para tratar a vaginite:

1. Vinagre:

É muito simples – basta misturar 2 colheres de sopa de vinagre de Maçã 9% de acidez com 4 xícaras de água fervente. Lave as partes externas da genitália com esta solução. Repita esse processo todos os dias até que os sintomas desagradáveis ​​desapareçam.

2. Chá de camomila:

Aqui está o que você precisa fazer: primeiro, você deve levar 4 xícaras de água para ferver e adicionar 2 colheres de sopa de flores de camomila secas e cozinhe por 5 a 10 minutos. Enxague e lave com esta poção, levando em consideração a gravidade da doença.

3. Suco de limão

Você definitivamente deve experimentar este remédio de suco de limão! É muito simples – basta dissolver 1 colher de sopa de suco de limão em 4 xícaras de água morna. Ducha com esta mistura.

Além disso, você deve saber que os especialistas dizem que, para evitar mais infecções vaginais, coma laticínios, use roupas íntimas de tecidos naturais e, para uma higiene íntima, use produtos suaves que contenham ácido lático.

E não se esqueça – também é muito importante que seu parceiro cuide bem de sua higiene pessoal, principalmente antes da relação sexual, para minimizar a introdução de bactérias estranhas na vagina. Realmente esperamos que você ache este artigo útil e não se esqueça de compartilhá-lo com seus amigos e familiares. Obrigado e tenha uma boa!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*