Como Remover Cera do Ouvido em Apenas 2 minutos!

Embora a cera de ouvido dê impressão de sujeira, ela na verdade é importante, pois é um agente de limpeza natural produzido pelo próprio organismo, para evitar a desidratação dos tecidos dos ouvidos, e também tem agentes protetores e bactericidas.

No entanto, alguns fatores podem fazer com que o corpo produza mais cera do que é necessário, e é possível perceber isso quando ela aparece na parte externa do canal auditivo.

Neste caso, se a pessoa não tratar, podem surgir dores e outros problemas que exijam intervenção médica. Mas não se preocupe, pois você pode ter cuidados em casa para evitar que isso aconteça.

Atenção: Esses remédios não devem ser usados para quem está com alguma infecção ou dores severas. Nesses casos, procure ajuda médica imediatamente.

1. Usar remédios de farmácia

Os remédios para cera de ouvido ajudam a amolecer a cera e a facilitar a sua saída do canal auditivo, permitindo que seja retirada. Estes remédios podem ser comprados em qualquer farmácia, sem receita médica, mas só devem ser usados após avaliação médica, já que não podem ser usados em caso de infecção de ouvido, que se manifesta por dor de ouvido, febre e mau cheiro nessa região, se houver pus. Um dos remédios mais conhecidos para cera de ouvido é o Cerumin, por exemplo.

2. Aplicar gotas de óleo mineral

Uma forma simples, segura e caseira de tirar a cera do ouvido consiste em aplicar 2 ou 3 gotas de um óleo mineral, como óleo de amêndoas doces, óleo de abacate ou, até, azeite, no canal auditivo por 2 ou 3 vezes, todos os dias, durante 2 a 3 semanas. Este método ajuda a amolecer a cera de forma natural e facilita a sua remoção ao longo dos dias.

3. Fazer irrigação do ouvido

Outra excelente forma de tirar cera do ouvido, de maneira muito eficaz, consiste em fazer uma irrigação do ouvido em casa com uma seringa de bulbo. Para isso deve-se seguir o passo-a-passo:

  • Virar o ouvido para cima;
  • Segurar a parte superior da orelha, puxando-a para cima;
  • Colocar a ponta da seringa na entrada do ouvido, sem empurrar para dentro;
  • Apertar a seringa ligeiramente e jogar um pequeno jato de água morna dentro do ouvido;
  • Deixar a água no ouvido por 60 segundos;
  • Virar a cabeça de lado e deixar a água suja sair, se a cera estiver saindo pode-se tentar pegá-la com uma pinça, mas com muito cuidado para não empurrar a cera para dentro e para não machucar o canal auditivo;
  • Secar a orelha com uma toalha macia ou com um secador de cabelo.

No caso de não ser possível remover a cera do ouvido após 3 tentativas, é recomendado ir ao otorrinolaringologista para fazer uma limpeza profissional porque este médico possui os equipamentos necessários para visualizar o interior do canal auditivo e para remover a cera de forma segura e eficiente.

4. Usar um cone chinês (vela hopi)

Os terapeutas de medicina tradicional chinesa são as pessoas mais indicadas para usar o cone para remover a cera do ouvido. Essa técnica milenar é usada na China, mas não deve ser tentada em casa, devido ao risco da pessoa poder se queimar.

O tratamento consiste em deitar de lado com o ouvido que será tratado para cima. O terapeuta irá acender o cone com fogo e irá posicioná-lo dentro do ouvido da pessoa. À medida que o calor vai se formando, a cera vai derretendo e vai ficando grudada dentro do cone. O tempo de tratamento é de cerca de 15 minutos e durante este período a pessoa pode sentir um leve aquecimento do ouvido e como efeito colateral pode surgir dor de cabeça.

Esse tratamento só pode ser realizado em adultos e adolescentes, sendo contraindicado para crianças com menos de 12 anos.

Porque não se deve usar cotonetes

Não é recomendado usar cotonetes, ou outro tipo de objetos pontiagudos, como a tampa de uma caneta, clips ou chaves, para tentar retirar a cera do ouvido, porque o cotonete é muito grande e empurra o excesso de cera para dentro do canal auditivo e porque os outros objetos podem perfurar o tímpano, causando infecções ou, até mesmo, a perda da audição.

***

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*